Ministério da Justiça lança plataforma digital que promete simplificar a vida dos cidadãos

 

Entra hoje em funcionamento a plataforma digital justiça.gov.pt, cujo principal objetivo passa por simplificar a relação do cidadão com a Justiça e os seus serviços. Integrada no plano de ação Justiça + Próxima, esta plataforma centralizará o acesso aos diversos serviços online e aos diferentes organismos, promovendo a interação com os utilizadores. Aliás, segundo a Secretária de Estado da Justiça, Anabela Pedroso, o foco de todo este percurso de mudança e inovação permanecerá nas “pessoas”. Assim, através deste “espaço online” será fácil aceder diretamente ao pedido e consulta do Registo Criminal Online, à consulta dos Processos Executivos ou à Certidão Digital Eletrónica, medidas que integram o plano e já disponíveis.

 

 

Esta plataforma reúne, pela primeira vez e num único local, as diferentes áreas, temáticas e serviços da Justiça: Tribunais, Registos, Reinserção e Serviços Prisionais, Propriedade Industrial, Medicina Legal ou Investigação Criminal, num total de mais de 60 fichas de serviço disponíveis e de mais de 120 indicadores e estatísticas.  Não tendo nem o design sido menosprezado, a mesma chega ao público numa versão beta mas que se considera conseguir dar resposta ao que são os anseios da sociedade, podendo assim vir a ser alvo de melhorias constantes pensadas a partir do feedback dos próprios utilizadores. Salientando o papel da Ordem dos Solicitadores e dos Agentes de Execução neste processo de desmaterialização da Justiça, Anabela Pedroso afirmou ainda acreditar que também os profissionais sentirão os benefícios desta plataforma e de uma lógica de funcionamento mais intuitiva: "Pedir - Processar - Pagar - Receber".

 

 

“Simplificar sem banalizar” e sem comprometer a segurança jurídica é então a grande ambição alicerçada no fomento da participação e no incremento dos níveis de transparência. Tudo isto explorando as mais-valias do universo digital e não ignorando o poder da análise de dados. Dando continuidade ao esforço de agilização dos procedimentos e do acesso aos serviços, esta plataforma digital, mediante o recurso a uma linguagem mais acessível, à disponibilização de estatísticas diversas e de outras soluções úteis como simuladores, chega hoje ao ecrã do seu computador, tablet ou smartphone (sim, é responsiva e ajusta-se aos diferentes dispositivos). Fica o desafio: Visite justiça.gov.pt e deixe novas ideias.

 

 

Publicado a 29/08/2017

Eventos